Obra 575 - Execução de Estrutura de Corte - Autopista Litoral Sul S.A. - SC

Contenções

Ao longo de seus 23 anos a SEEL conquistou a admiração e a confiança de seus clientes nesta especialidade. Cortinas atirantadas, solo grampeado, contrafortes ancorados, muros de gabiões, drenagem interna e externa, telas de alta resistência e barreiras dinâmicas, são algumas das contenções mais aplicadas pela SEEL. Há também casos de recomposição de erosões com sacos de solo cimento ou mesmo ajuste da geometria com terraplanagem, bem como utilização das mais modernas técnicas de bioengenharia, através da associação de telas e grampos com proteção superficial a partir de revegetação do talude, denominada solo grampeado verde.

Caso clássico de contenção no qual é construída uma parede de concreto armado fixada por meio de tirantes no interior do terreno em profundidade. O tirante faz a ligação entre a placa de concreto na superfície instável e o terreno estável mais profundo.

Esta solução ocorre quando há a necessidade de se fixar uma determinada unidade isoladamente que necessite de um esforço de tração. O tirante recebe um precarregamento e o grampo trabalha passivamente. São utilizados regularmente em casos de fixação de blocos de rocha em encostas, instalação de barreiras dinâmicas, ancoragens de torres de transmissão e como elementos de combate à subpressão em edificações enterradas.

Técnica utilizada pela SEEL que, em muitos casos, resulta em obras mais rápidas e econômicas. Consiste em melhorar a resistência interna dos terrenos através da introdução de grampos que, trabalhando em conjunto com o terreno, fornecem maior resistência ao maciço inteiro. Dessa forma, a superfície do terreno pode ficar estável até em situações onde a inclinação for vertical. Como acabamento pode receber uma camada de concreto projetado ou mesmo tela com vegetação adequada (solo grampeado verde)

Com equipe de profissionais experiente no estudo dos solos, a SEEL recupera terrenos afetados pela erosão de tal forma que sua geometria volte à estabilidade. Podem ser recuperados ou implantados novos sistemas de drenagem superficial, recomposta a geometria e implantados sistemas de proteção superficial com vegetação convencional, biomanta ou geomanta. Empregando técnicas de bioengenharia associadas à implantação/ recuperação de sistemas de drenagem (superficial e profunda), a SEEL recupera taludes afetados pela erosão de tal forma que se restabeleça a estabilidade original dos mesmos. Estas metodologias vêm sendo bastante empregadas em Programas de Recuperação de Áreas Degradadas (PRADs).

Técnica consagrada para promover o rebaixamento do nível freático interno de encostas ou aliviar pressões neutras, indispensável no conjunto de obras para garantir a estabilidade de taludes com presença de nível d’água. Consta da perfuração e introdução de tubo perfurado definitivo, protegido por filtro, para permitir o escoamento de águas do interior para o exterior do terreno.

Metodologia empregada normalmente no tratamento de emboques e desemboques de túneis visando estabilizar a abóbada dos mesmos. Consiste em perfurações em forma de “leque”, em diversos tramos, introdução de tubulações dotadas de válvulas e injeção de calda de cimento sob pressão.

Fale Conosco