Desafios de sustentabilidade no setor elétrico
Obras em Energia Elétrica

O Brasil é considerado uma potência descarbonizante. Isto tem se refletido de forma intensa nas obras do setor elétrico por meio das atualizações em tecnologias sustentáveis para a geração de energias das PCHs e UHEs pelo país. A sociedade como um todo se mostra cada vez mais exigentes com as práticas da forma correta do ponto de vista ecológico.

Nossos clientes do setor, se posicionam na vanguarda da defesa e das práticas ambientais. Isso se deve pela crescente preocupação em inserir práticas ESG (Ambiental, Social e Governança Corporativa), o que vai de encontro à própria tradição de nossas obras em se preocupar de forma constante com os moradores do entorno de suas obras. Nossos engenheiros sempre têm um diálogo alinhado com os interesses da comunidade, esclarecendo os benefícios, impacto e desafios que uma obra impõe ao local.

PCH recebe certificação

No último mês de agosto a PCH Garganta da Jararaca, entre os municípios de Campo Novo do Parecis e Nova Maringá, em Mato Grosso, recebeu a certificação REC Brazil e passa a ser a segunda do país a atender aos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas).

O certificado é uma iniciativa conjunta da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e da Associação Brasileira de Energia Limpa (Abragel), com apoio da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) e da Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (ABiogás), e tem como objetivo fomentar o mercado de energia gerada a partir de fontes renováveis e com alto desempenho em sustentabilidade. (fonte: Canal Energia)

PCH Garganta (MT)

Cumprindo Agenda ESG

Atualmente realizamos importantes modernizações de barragens em PCHs nos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. Essas e outras futuras obras terão em seu cronograma o destaque para o cumprimento da Agenda ESG, com foco no atendimento aos ODS, buscando práticas sustentáveis no dia a dia das obras.

No viés de valorização da diversidade, contamos em nosso quadro de colaboradores com mulheres em diversos postos chaves de uma obra: engenheiras civis, técnicas de segurança no trabalho, técnicas de meio ambiente, auxiliares administrativas, entre outras funções.

Nota: Aderimos em 2022 à agenda do Pacto Global da ONU.

Desafios que impactam o setor elétrico

Antes de qualquer obra, a fase do planejamento tem caráter decisivo para a obtenção da melhor condição que respeita a sociedade, o meio ambiente e a segurança.

Dentro desse planejamento, a temática ESG (Ambiental, Social e de Governança) tornou-se, sobretudo em obras do setor elétrico, tema central, refletindo crescente preocupação global com questões sustentáveis e de responsabilidade corporativa.

No entanto, além dos objetivos ESG para o atingimento de metas sociais e ambientais, eles também trazem consigo uma série de desafios para as obras nesse setor nos próximos anos. Mesmo esses desafios sendo complexos, eles também oferecem oportunidades significativas para empresas que conseguem adotar abordagens inovadoras e sustentáveis.

8 aspectos de atenção

  1. Investimentos significativos em tecnologias limpas:
    Uma das principais questões da Agenda ESG é reduzir as emissões de carbono e promover a transição para fontes de energia limpa. Isso requer modernização da infraestrutura existente.
  2. Pressão por metas de redução de carbono:
    Exige a substituição de usinas de energia movidas a combustíveis fósseis por fontes mais limpas.
  1. Integração de fontes intermitentes:
    Integrar fontes como a solar e a eólica à elétrica de maneira confiável à rede e um desafio para as empresas de energia elétrica, pois requer aprimoramentos na infraestrutura de armazenamento de energia e sistemas de gerenciamento de rede.
  1. Questões sociais e trabalhistas:
    – Aprimorar a segurança e o bem-estar dos trabalhadores.
    – A resistência das comunidades locais à instalação de infraestrutura energética pode atrasar ou mesmo paralisar projetos. É essencial negociar e alinhar discursos às práticas, garantindo que os benefícios sejam para todos.
    – Oferecer postos temporários de trabalho a moradores locais dentro do projeto de obra
  1. Escrutínio regulatório:
    Lidar com um ambiente regulatório em constante evolução, garantindo que suas políticas e práticas estejam alinhadas com as expectativas ESG.
  1. Custos e rentabilidade:
    Equilibrar os objetivos da Agenda ESG com a necessidade de manter a rentabilidade.
  1. Impacto Ambiental:
    A construção de usinas hidrelétricas, termelétricas ou mesmo pode ter um impacto ambiental significativo, incluindo desmatamento, emissões de gases de efeito estufa e alterações nos ecossistemas aquáticos. Minimizar esses impactos é desafio crítico.
  1. Governança e Transparência: Processos de licenciamento transparentes e participativos, bem como a prestação de contas. Isto ajuda a construir a confiança da sociedade nas empresas envolvidas.

Os projetos do setor elétrico enfrentam diversos desafios, mas também têm o potencial de serem motores de preservação ambiental, desenvolvimento da sociedade e respeito à governança. Ao adotar tecnologias mais limpas, promover a eficiência energética e envolver a comunidade local, é possível alcançar um equilíbrio entre as necessidades de energia e os objetivos de sustentabilidade, promovendo um futuro mais sustentável e inclusivo.

SEEL Engenharia na vanguarda do mercado com seu trabalho em ESG

Com práticas planejadas, embasadas em indicadores e em constante sinergia com todas as áreas da e mapeamento de processos e indicadores, diagnosticando práticas de sustentabilidade necessárias, que vem sendo gradativamente aplicadas. 

Esta iniciativa se alinha à necessidade das empresas do setor elétrico, nos colocando como vetor para  assumir obras de implementação e reestruturação de ativos hidrelétricos em todo o território nacional. Confira aqui nossas obras para o setor.

Mais do que se capacitar, a SEEL ENGENHARIA, dentro do nicho da Geotecnia e Infraestrutura é uma das primeiras em nível nacional a investir de forma metódica e consistente em um trabalho de ESG extensivo a todas as suas obras e setores de atividade.

Nessa direção, sempre acompanhando as tendências de mercado e buscando novas práticas da atuação socialmente e ambientalmente responsável, pretendemos nos consolidar como empresa referência no trabalho com as Práticas de Sustentabilidade.

Siga, acompanhe, comente e opine nas publicações da SEEL Engenharia em nossas páginas no Instagram, no Facebook e no Linked In.

Sobre Nós

Somos uma empresa de engenharia para Infraestrutura e Geotecnia, com 30 anos de experiência e 1.000 obras executadas, com competência em Obras Rodoviárias e Ferroviárias, Obras Portuárias e Marítimas, Obras Subterrâneas e Mineração, Obras de Energia (incluindo Óleo e Gás) e Obras de Saneamento. E nosso propósito é apoiar nossos clientes no desenvolvimento e implantação de soluções de engenharia, bem como garantir a segurança dos cidadãos, a mobilidade urbana e a perenidade de ativos de infraestrutura privados e públicos, de forma inovadora, sustentável e segura.

Para saber mais sobre os nossos serviços de infraestrutura, clique aqui.