A visão de negócio para o futuro da construção
Obras Rodoviárias

Hugo Cunha, Diretor de Unidade de Negócios SEEL- Região Sul, compartilha sua trajetória profissional, revelando como sua paixão pelas ciências exatas e a afinidade pela Engenharia Civil o levaram a ocupar um papel crucial na transformação infraestrutura do Brasil.

Perfil e Trajetória Profissional

Nascido em Viseu, Portugal, Hugo mudou-se para o Brasil aos 14 anos. Formou-se em Engenharia Civil e acumulou experiência significativa trabalhando com grandes construtoras do Brasil, antes de assumir sua posição na SEEL. Sua carreira é marcada por uma dedicação intensa às obras de infraestrutura, especialmente nas áreas rodoviárias.

Inovação e Gestão na SEEL

Sob a liderança de Hugo, a SEEL tem experimentado uma evolução notável no modelo de gestão de negócios, focando em unidades de negócio para aprimorar o aprendizado e a execução das obras. Este modelo tem permitido à empresa não apenas melhorar a qualidade do atendimento ao cliente, mas também responder prontamente a contratos mais desafiadores e de maior duração.

Explorando a Evolução e Expansão da SEEL Engenharia no Mercado Rodoviário

Em um cenário de constantes mudanças e desafios no setor de construção rodoviária, a SEEL Engenharia tem se destacado pela adoção de um modelo inovador de unidades de negócio e uma abordagem estratégica na gestão de ativos rodoviários. Nesta entrevista, Hugo Cunha, comenta sobre como essas iniciativas estão moldando o futuro da empresa e impactando positivamente a execução de obras complexas e o relacionamento com os clientes: .

  1. Como o modelo de unidades de negócio tem impactado o aprendizado e a gestão diária nas nossas obras rodoviárias, e quais lições importantes nossas equipes têm aprendido?
    “A SEEL Engenharia tem expandido sua presença no mercado rodoviário, intensificando investimentos em pessoas e maquinário de alta excelência nos últimos quatro anos. Isso permitiu assumir obras mais diversificadas e robustas, completas em infraestrutura. Estamos atuando desde obras de contenção em estradas e reforço estrutural até construção de pontes e pavimentação de vias, refletindo um compromisso ampliado com a infraestrutura. O modelo de unidades de negócio tem melhorado nosso atendimento ao cliente e a execução de obras, facilitando a gestão de contratos mais longos e aumentando nossa proximidade com os clientes, o que é vital em um cenário de demandas emergenciais frequentes devido às mudanças climáticas.”
  1. Considerando a vasta experiência da SEEL em resolver problemas de contenção e infraestrutura, como a empresa está se preparando para transitar de uma abordagem focada em engenharia para uma mais ampla de gestão de ativos rodoviários?
    “A SEEL já possui uma forte experiência em obras de implantação e alargamento, e agora busca expandir para contratos de maior duração, que proporcionem maior estabilidade e diversidade de serviços. Este movimento para contratos mais longos exige uma gestão contratual e comercial mais detalhada, o que estamos preparados para enfrentar. Além disso, estamos investindo em pessoal e equipamentos, fortalecendo nossa capacidade de execução e planejamento para mitigar riscos em obras de infraestrutura rodoviária.”
  1. Quais benefícios em termos de conhecimento e estabilidade os nossos profissionais podem esperar ao migrar para um modelo de gestão de ativos? E quais novos desafios nossa engenharia precisará enfrentar?
    “A transição para um modelo de gestão de ativos proporcionará mais segurança na execução de obras devido aos investimentos em equipamentos e na contratação de profissionais com conhecimentos complementares. Isso aumenta nossa assertividade e preparo para lidar com obras de maior complexidade e duração. O desafio será continuar a desenvolver essas competências e integrar novos conhecimentos ao nosso DNA.”
  1. Como a SEEL Engenharia está equipada para lidar com a diversidade de obras em concessões rodoviárias, como a implantação de faixas adicionais e construção de vias marginais?
    “Estamos fortalecendo nossa infraestrutura e competências para atender às crescentes demandas do mercado rodoviário. Com um foco em contratos mais longos e complexos, como a parceria com a Arteris Planalto Sul, estamos melhorando nossa capacidade de planejamento e especialização profissional, garantindo uma execução de obras mais estratégicas e eficazes.

    Leia mais sobre a atuação da SEEL em obras rodoviárias.